ANUNCIE AQUI!
12/01/2017

PSDB vê Waldemir fortalecido no governo Ricardo

Waldemir: não conseguiu ser eleito e responde por 33 obras sob suspeita de desvio de dinheiro

A nomeação de Jeane Rosin para comandar uma das mais importantes Secretarias e a aparição de Aracelis são indícios desse raciocínio. O PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira fez uma análise entre seus principais membros do Diretório de Tupã e concluiu: apesar de derrotado nas urnas em 2 de outubro, o ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) deve sentir-se privilegiado com a aparição de duas de suas principais ex-secretárias – Jeane Aparecida Rombi de Godoy Rosin (PSDB) e Aracelis Góis Morales (PSD). Aracelis desfilhou-se do PSD – Partido Social Democrático em 2 de abril de 2016, às vésperas das eleições, após perder a sigla para o vice-prefeito Caio Aoqui. Jeane Rosin comandou de 2005/2012 a super Secretaria de Planejamento, Infraestrutura e Obras (SEPLIN) e retorna na administração de Ricardo Raymundo (PV) com a mesma força técnica de que de fato possui. Já não era admissível que com o conhecimento que possuía permitir a ingerência de Aracelis e Adriano Rigoldi sobre obras e engenheiros sob a responsabilidade da SEPLIN e muito menos agora, com os dois doutorados que possui. Ou será que não?! Jeane vai gerenciar Obras, Planejamento e Trânsito. As três pastas vão ser absolvidas pela “super secretaria” de Desenvolvimento Urbano após aprovação da Câmara, no retorno ao trabalho de sessões ordinárias, no dia 6 ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
11/01/2017

RELAÇÕES ESTREMECIDAS: Câmara pode convocar Jeane para dar explicações sobre irregularidades

Câmara de Tupã

A secretária comandou a pasta responsável pelas obras da administração Waldemir que estão sob suspeita. Ela garantiu que voltou à administração para "passar a limpo" esta questão. As declarações da secretária de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Tupã, Jeane Aparecida Rombi de Godoy Rosin deixaram as relações estremecidas entre executivo e o presidente da Câmara, Valter Moreno Panhossi (DEM). Ouça a entrevista clicando sobre JEANE ROSIN Ele confirmou na noite de ontem (10) ao blog de que após o recesso, a Mesa Diretora da Câmara pode convocar a secretária para dar explicações sobre as 33 obras com fortes indícios de irregularidades deixadas pela administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). Jeane Rosin comandou a Secretaria de Planejamento e Obras e teria abdicado do direito de fiscalizar muitas das obras investigadas pela CPE – Comissão Parlamentar Especial para não confrontar com as decisões de ex-secretários - o lobista Walter Bonaldo Filho (Economia e Finanças), Adriano Rogério Rigoldi (Governo) e de sua esposa Aracelis Góis Morales (Cultura e Turismo). De acordo com Valter Moreno, existem várias irregularidades apontadas no relatório que foi encaminhado ao Ministério Público. O documento foi acatado e deverá ter uma destinação relacionada a investigação para confirmar ou não a materialização de eventual dolo ou se tudo aconteceu de fato por mero engano. Diante das declarações ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
11/01/2017

Deputado aliado a Ribeirão corre risco de cassação por faltar ao trabalho

Zemanta Related Posts Thumbnail

Guilherme Mussi recebeu 1.625 votos em Tupã e foi o segundo candidato a deputado federal mais votado no município. O apoio do ex-vereador Antônio Alves de Sousa, "Ribeirão" (PP) lhe rendeu o cargo de coordenador regional do PP - Partido Progressista  Deputado estoura limite de faltas na Câmara e corre risco de cassação Ex-genro de Silvio Santos, faltou a 38% das sessões realizadas pela Câmara em 2016 sem justificar. Pela Constituição, parlamentar que tem mais de 33% de ausências não explicadas está sujeito à perda do mandato POR JOELMA PEREIRA Mussi é o campeão de faltas não justificadas na Câmara O deputado Guilherme Mussi (PP-SP) precisa se justificar. Aos 34 anos, o presidente estadual do PP extrapolou o limite de faltas injustificadas na Câmara e está, em tese, sujeito a ter o mandato cassado. Genro do empresário e apresentador Silvio Santos até maio, Mussi deixou de comparecer à Casa 39 vezes nos 94 dias em que deveria ter registrado presença. Dessas ausências, 36 estão sem qualquer esclarecimento até o momento. A Constituição prevê que perderá o mandato o parlamentar que “deixar de comparecer, em cada sessão legislativa, à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada”. Mussi ultrapassou esse limite em 2016: teve 38% de ausências ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
10/01/2017

Constrangimento: entrevista de secretária deixa Ricardo e Caio numa saia Justa

Jeane Rosin

Jeane Aparecida Romnbi de Godoy Rosin, responsável pela pasta de Planejamento e Desenvolvimento Urbano protagonizou uma situação embaraçosa ao defender obras da administração de Waldemir sob suspeita de irregularidades.  Foi de fato constrangedor para o prefeito Ricardo Raymundo (PV) e ao vice-prefeito Caio Aoqui (PSD) a primeira aparição da ex-secretária de Planejamento e Obras da administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). Falando como atual secretária de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Jeane Rosin extrapolou ao justificar a crise financeira e estrutural pela qual passa a prefeitura e criticou abertamente a administração de Manoel Gaspar (PMDB) e a imprensa. Por outro lado, defendeu o ex-prefeito Waldemir. O ex-chefe do executivo está inelegível pela pratica de improbidade administrativa e responde processos por fraudes em licitação, concurso público e por ter deixado 33 obras irregulares e com fortes indícios de desvio de dinheiro público, conforme apurado pela Comissão Parlamentar Especial (CPE). Também entrou para a história como o primeiro prefeito a responder a uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), por causa do escândalo do Espaço das Artes. Mas, para a ex-comandante da pasta mais importante do governo de Waldemir, “se existisse irregularidades o ex-prefeito já tinha sido preso”. As irregularidades apuradas pela CPE foram encaminhadas para o Ministério Público. Há apontamento de que os prejuízos aos contribuintes podem ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
05/01/2017

Revista: empresa de publicidade de Tupã orçou em apenas R$ 30 mil

Gaspar cara feia

Gaspar optou por pagar quase 670% a mais pela impressão de 30 mil exemplares para “prestar contas” à população tupãense. Assim que o blog divulgou matéria informando de que o ex-prefeito de Tupã, Manoel Gaspar (PMDB) havia publicado 30 mil exemplares de uma revista ao custo possivelmente de R$ 230 mil – cada uma cerca de R$ 8,00, houve muito protesto nas redes sociais. Teve até internauta sugerindo que o material fosse usado para tampar os buracos das vias públicas. Além disso, um publicitário de uma das mais respeitadas agências de Tupã e região, comentou uma das postagens de que havia orçado à prefeitura a confecção da revista e sua impressão por apenas R$ 30 mil. Ou seja, cada uma custaria R$ 1,00 e não R$ 7,66 conforme sugere três empenhos feitos pela prefeitura em favor da agência Única Propaganda do Estado do Paraná. A empresa também foi contemplada só em dezembro com outros sete empenhos que ultrapassam a casa de MEIO MILHÃO DE REAIS. Todos deveriam ser quitados em dezembro – até o dia 30 com recurso repatriado pela Operação Lava Jato e dividido entre os municípios. Tupã recebeu cerca de R$ 1,4 milhão. Acontece que o dinheiro só foi depositado na conta da prefeitura na segunda-feira (2). Gaspar até desentendeu-se com o ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política