ANUNCIE AQUI!
14/10/2019

Quem traiu o ex-prefeito?

Caio e aliados ficam como suspeitos

O ex-prefeito Waldemir Gonçalvez Lopes corre o risco de perder o PSDB, mas quem terá coragem de apresentar a nova nominata (relação de nomes) da nova chapa? Ao tomar conhecimento de que o Diretório Municipal havia sido destituído, Waldemir e o coordenador regional do partido Edson Schiavon foram ao gabinete do prefeito Caio Aoqui (PSD) cobrar explicações. A suspeita era a de que o prefeito em exercício estivesse por trás do golpe. Caio negou veementemente. Os tucanos têm dois parlamentares no Legislativo: o presidente da Câmara, pastor Eliézer de Carvalho e Telma Tulim. A destituição de um diretório ocorre pela Comissão Municipal, estadual ou outro órgão partidário superior, de forma abrupta, sem qualquer comunicação prévia. Foi o que ocorreu, no mesmo momento em que o ex-prefeito teve seus bens bloqueados pela Justiça Federal, no valor de R$ 14 milhões por conta de irregularidades em contratos nas obras de macrodrenagem. Um duro golpe para as pretensões do grupo para as eleições de 2020. Waldemir havia sido conduzido à presidência do PSDB a pouco tempo. O evento contou até com a presença do deputado estadual Mauro Bragato, aliado da líder de Caio Aoqui na Câmara, a vereadora Telma Tulim. A tese do grupo de Waldemir é que tudo foi orquestrado pelo prefeito e os vereadores do partido. Resta ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
08/10/2019

“Fim do sigilo”: Lula comprou cachaça, uísque e rabada com cartão da Presidência

"Alto consumo de bebidas alcoólicas chama a atenção nos gastos com cartão corporativo quando Lula era presidente da República"
"Foto: José Cruz/Agência Brasil"

por Lúcio Vaz "O blog que fiscaliza o gasto público e vigia o poder em Brasília" O fim do sigilo sobre os gastos com cartão corporativo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou alguns hábitos de consumo da presidência durante o governo do petista que incluíam cachaça de R$ 390 a garrafa, uísque envelhecido e vodka Absolut, além de carnes como picanha especial, filé mignon, bacalhau e muita rabada – o prato predileto dele. Tudo comprado com dinheiro público.  Reportagem publicada pelo blog no dia 5 de outubro mostrou que, no governo Dilma Rousseff, as compras para o Palácio da Alvorada também incluíam cachaça, vinhos, carnes raras e camarão de R$ 230 o quilo. Ela também alugou uma lancha por R$ 30 mil para passear no carnaval de 2012. Todos os valores citados na reportagem foram atualizados pela inflação. O sigilo das compras com cartão corporativo é mantido até o final do mandato para proteger a segurança do presidente da República e de seus familiares. O blog solicitou ao Palácio do Planalto, por meio da Lei de Acesso à Informação, em 7 de agosto, o acesso a todos os documentos que registram as despesas de Dilma, Lula e Michel Temer. Após um longo processo de autorização, os arquivos – em meio físico – foram ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
03/10/2019

Justiça Federal decreta indisponibilidade de bens de Waldemir no valor de R$ 14 milhões

Waldemir nova

De acordo com a denúncia, o ex-prefeito permitiu enriquecimento ilícito de terceiros em obras e macrodrenagem. O blog vinha denunciando as irregularidades sistematicamente. Essa improbidade administrativa travou o município por 10 anos, inviabilizou outras administrações e causou enormes prejuízos à sociedade tupãense. O assunto é destaque hoje (3) em matéria publicada no jornal Diário. O Tribunal Regional Federal da 3ª Região, através do desembargador federal Fábio Pietro, ao julgar agravo de instrumento, tendo como agravante o Ministério Público Federal e como agravador Waldemir Gonçalves Lopes, José Roberto Rasi e Consórcio Tupã Ambiental, contra decisão que indeferiu o pedido de indisponibilidade de bens, em ação civil pública destinada a apurar eventual ato de improbidade administrativa, manteve a decisão. Acontece que o Ministério Público Federal afirma viabilidade da imediata decretação de indisponibilidade. “Na apreciação do contrato administrativo, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo teria identificado cláusula restritiva da competição, equívocos no detalhamento básico e omissão na fiscalização. Aduz que a conduta dolosa ou culposa dos réus teria gerado enriquecimento ilícito pela contratada. Sustenta que o objetivo da indisponibilidade seria assegurar o futuro ressarcimento público, motivo pelo qual o “periculum in mora” seria presumido, nos termos da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça”. Dessa forma, foi requerida a antecipação de tutela recursal, a fim ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoJustiçaPolítica
02/10/2019

Aluno é agredido a golpe de cadeira na cabeça em escola de Tupã

Lélio

A agressão aconteceu na Escola Estadual Dr. Lélio de Toledo Piza e Almeida. Um vídeo que circula hoje (2) em aplicativo revela um caso de agressão ocorrido no interior de uma escola em Tupã. O fato aconteceu na manhã de ontem na Escola Estadual Dr. Lélio de Toledo Piza e Almeida. Alunos do 8º ano, idades entre 13 e 14 anos desentenderam verbalmente. De repente um aparece atirando uma cadeira na cabeça do outro. Com o impacto, a vítima vai ao solo e alguém grita: "Professora, socorro, está saindo sangue". A dirigente Regional de Ensino Lucimeire Adorno confirmou a agressão e garantiu que todas as providências estão sendo tomadas. - O motivo da agressão, foi um desentendimento verbal, fútil, nada relacionado a bullying ou homofobia. Os pais foram chamados, o Conselho Escolar vai se reunir e tomar outras providências que vão desde a advertência, suspensão e ou transferência escolar do aluno agressor, disse. O vídeo não será mostrado para dificultar a possível identificação do agressor. O caso também foi levado ao conhecimento da polícia que vai instaurar inquérito para apurar responsabilidades. A dirigente Regional de Ensino também adiantou que apesar da violência do impacto da cadeira na cabeça da vítima, a lesão não é proporcional às imagens. Ou seja, o aluno agredido teria sofrido leves lesões.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolícia
25/09/2019

ECONOMIA: Programa Nossa Casa terá moradias para 60 mil famílias de baixa renda

CASAS CDHU QUINTANA

Projeto de Habitação do governo estadual terá investimento de R$ 1 bilhão durante 4 anos e irá contribuir na geração de emprego e renda. Com o "Minha Casa, Minha Vida" do governo federal em crise, o governo do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 25, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, o programa Nossa Casa, que prevê R$ 1 bilhão de investimentos para a construção de 60 mil moradias até 2022. Na cerimônia desta quarta-feira estavam presentes mais de 100 prefeitos de municípios paulistas, além de empresários do mercado imobiliário e o gerente regional da CDHU em Marília, Fernando Itapuã que tem sob sua jurisdição 51 municípios. O PROGRAMA O programa Nossa Casa, da Secretaria da Habitação, irá oferecer cheques moradias de até R$ 30 mil para famílias com renda de até três salários-mínimos. Elas terão que arcar com financiamentos em torno de R$ 60 mil, que serão divididos em parcelas mensais de R$ 450. Em muitos casos, conforme a localização do empreendimento, as parcelas poderão ser menores. Terão prioridade as famílias que recebem auxílio-moradia. As prefeituras irão definir as famílias que serão atendidas, seja com abertura de inscrições ou atendimento de famílias já cadastradas. O programa funcionará baseado na emissão de cheques moradia, com a cessão de terrenos municipais, participação da iniciativa privada e subsídios municipais, estaduais ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Habitação